CategoriasCriatividade

A Criatividade pode ser uma Virtude!

Que bom seria se todas as pessoas do mundo entendessem o poder das virtudes, né!?
Talvez não existisse tanta coisa ruim acontecendo no mundo hoje, teríamos menos acidentes de trânsito pois as pessoas teriam mais Disciplina e Paciência, teríamos menos brigas familiares pois as pessoas teriam mais Serenidade, Respeito e Lealdade, talvez não existisse mais a fome e a miséria, pois as pessoas teriam mais Generosidade, Nobreza e Bondade, e tudo isso com muito Discernimento e Honestidade, mas para que tudo isso pudesse acontecer seria necessário muita Vontade, Determinação e Coragem.


Bom, mas quando o assunto é criar, solucionar, inventar, ou melhor, trazer as ideias dos arquétipos para o nosso cotidiano manifestado, quais virtudes podemos usar? O certo seria dizer que todas dariam para serem usadas, mas é melhor entendermos por agora apenas a criatividade como o canal criático para tudo, só que antes de tudo acontecer nós precisamos Fantasiar, Imaginar, Idealizar e Concretizar as coisas, e são nessas 4 etapas que nossa Virtude da Criatividade entra em ação:

FANTASIAR: Seguir os devaneios da mente por lugares antes nunca visitados, viajar acordado (ou dormindo), divagar entre sons e cores criados por estímulos acumulados durante toda a vida, e pensar em toda e qualquer possibilidade e impossibilidade, é nesse momento que você precisa ter criatividade para ver de tudo sem bloqueios na abstração!

IMAGINAR: Filtrar da fantasia tudo o que de alguma forma seria possível de acontecer, mesmo em outra realidade ou com outros recursos. Nesse momento é importante trabalhar a intuição para ajudar no filtro, escolher cenas mentais que façam sentido ético e estético, a criatividade entra nesse momento de seleção e ajuda a escolher algo que ainda não foi idealizado por ninguém!

IDEALIZAR: Esse é o momento de sentir tudo pronto, mesmo que ainda mentalmente, é a hora de sentir o prazer de ter colocado em prática o que antes, era apenas uma imaginação, perceber sua ideia causando o benefício do seu motivo e chegando ao mundo como um condão produzido a partir do seu contato com os arquétipos. Nesse momento a criatividade atua como canal que confirma a possibilidade de realização, liberando qualquer bloqueio que impeça você de sentir o prazer mágico da obra final.

CONCRETIZAR: Esse é o momento mais especial e desafiante de todos, é agora que você precisa provar para si mesmo que é capaz de ser o canal de uma ideia criativa. Nessa etapa você vai precisar de técnicas e ferramentas, para que durante o percurso de transformação você não seja abraçado e beijado pela distração acompanhada da desmotivação causada pelo cansaço ou por interferências externas. Como você já consegue imaginar o final ideal de sua iniciativa, agora é a hora de imaginar o caminho até o final, o caminho é a execução, são os métodos práticos para fazer acontecer. Nessa hora a criatividade pode te ajudar a fazer isso de forma diferente, buscando se sentir bem nesse caminho que pode ser longo ou curto, para que durante o caminho sua ideia ainda se mantenha criativa, pois a criatividade sendo uma virtude, não pode dividir lugar com o enfadonho caminhar de uma pessoa que não sabe para onde ir.

Sabendo disso tudo, posso dizer que a criatividade é uma virtude, e pode ajudar a melhorar o mundo, criando coisas novas, trazendo soluções imagináveis para um mundo futuro e inimaginável, fazendo com que a linha sucessória dos grandes artistas, filósofos, guerreiros e poetas inspirados pelas musas que raramente são lembradas dentro dos museus, possam surgir pintando as páginas das novas epopeias cotidianas e muitas vezes vividas sem seu devido valor. Ser criativo é ver as coisas como realmente são no arquétipo, e conseguir trazer para o mundo, dando uma cara diferenciada e nunca vista antes.
Te convido a sermos criativos juntos!
Visite meu Instagram (@galgar.br) e (@sergio.consulting)

Publicado por Sérgio Silva

Sou Sérgio Silva, creio em um mundo melhor construído através da Criatividade, Tecnologia e Seres Humanos. Sou consultor de negócios que precisam de uma luz diante da escuridão matadora provocada por mudanças rápidas demais, e professor de temas ligados a inovação, criatividade e empreendedorismo. Fundador da Galgar.org