criatolandia
CategoriasCriatividadeInovaçãoTecnologia

A chegada na Criatolândia.(FINAL)

Sabe, eu esperei muito por esse momento e se você que me acompanhou nos três capítulos anteriores sabe muito bem que tudo foi construído com a alma. Por isso, essa jornada se tornou tão especial!

Quero que aprecie agora a sua chegada ao grande mundo criador, um universo de possibilidades que todos nós podemos conhecer. Basta descobrir o caminho, superar os limites da imaginação e tudo isso nós fizemos ao longo das etapas que passaram.

Bom, se você não leu, LEIA na sequência: 123 Te garanto uma profunda reflexão quando acabar de ler esse aqui, pois esse texto será inesquecível.

Como de costume sempre te convido para uma viagem com trilha sonora e todas elas possuem uma magia que poucos percebem. Então, para adiantar dê o play e embarque.

As asas da sua imaginação já te levaram até as nuvens frias, permitindo perceber como é possível tocar o céu. Sua coragem imaginativa te fez navegar por mares durante toda a noite, até o despertar da abóboda dourada na manhã. Foi possível até caminhar por trilhas íngremes, por onde passaram grandes pensadores e criativos. Chegou a hora do tão aguardado momento místico, a passagem pelo portal e, enfim, a chegada à misteriosa Criatolândia.

Você está de frente a um grande portal, que possui um formato geométrico de heptacontágono de cor dourada e verde. Parece um espiral, mas não é, gira invertido, emitindo um som que parece um silêncio, só que ensurdecedor, e, aparentemente, sua única função é lançar para fora quem está lá dentro.

Se chegasse aqui sem instrução, acharia que é uma saída e não uma entrada. Logo na sua frente há um baú feito do marfim, retirado dos mastodontes, que morreram protegendo esse portal. Abra o baú e pegue a pedra brilhante e colorida de opala, pois nela constam algumas informações que precisam ser absorvidas para você conseguir entrar. O desafio sempre foi conseguir ler alguma coisa diante de tanto brilho e fascínio pela pedra que, na vida real, valeria todo o dinheiro que um planeta conseguiria produzir durante toda sua existência. Leia, vou te ajudar com a mensagem…

Diz:

“Ser de distinta polidez que nesse momento me lê sem ver. Para galgar o portal você precisa ter esquecido de trazer algumas coisas, começando pelas suas palavras. Aqui elas não possuem significados e sempre foram um peso desnecessário a todos que cruzaram esse portal. Na Criatolândia toda a comunicação é feita somente com os olhos. Outro item que deve ter deixado para trás, por esquecimento, são as suas memórias negativas, pois elas acabariam com toda a mística que existe lá dentro, poluindo o ar e os rios que nutrem o local, te destruindo de dentro para fora. Também deverá ter esquecido seu corpo sob controle, pois em nossa terra, os aspectos físicos dos humanos servem apenas como uma panóplia adornada e que em seu interior reserva o íntimo de cada ser, aqui o íntimo impera sobre a corporatura. Deve saber que está prestes a entrar em um lugar sagrado e precisa ter esquecido seus sapatos longe daqui. Afinal, eles carregam impurezas e deixam marcas que não representam a sua raça humana, uma pegada humana não distingue cor, credo ou religião, mas apenas a pessoa. E, por último, é valioso que durante a subida até aqui você tenha largado pelo caminho os seus pertences mais aderentes: a sua personalidade.

Se está de acordo com tudo aqui transmitido, poderá ingressar na Criatolândia. Guarde esta pedra novamente no baú e atravesse o portal esquecendo a mensagem. Se não corresponde às necessidades aqui transmitidas, guarde a pedra e retorne com a mensagem gravada na mente. Avance e ultrapasse o portal!”

Seja bem vinda(o) à Criatolândia!

Um mundo que existe dentro de você, o núcleo do seu repertório, onde tudo é movido pela exímia vontade da sua alma, aqui tudo acontece na essência e parte dos princípios das formas. Quem aqui habita, nunca deixa de criar e existir: mesmo após a sua morte, suas ideias ainda continuam vivas, pois, a Criatolândia transcende toda e qualquer expressão comum conhecida na terra. Possuir livre acesso a essa “terra do sempre” é como possuir duas vidas, a vida interior e a exterior, promovendo a integração das duas como forma criadora, trazendo ao mundo as suas ideias mais singulares.

A partir de agora você está livre para criar o que ainda não existe, seu poder está desperto, porém, tenha cautela, esse mundo possui muitos mistérios e conhecimentos que ao longo da jornada você conhecerá. Ainda falaremos sobre a Criatoésia e o Criatogrado, que fazem parte da estrutura desse lugar. Saiba que a Criatolândia é como se fosse um planeta dentro de um cosmo, da mesma forma como a nossa terra é, só que em uma dimensão interna do ser humano.

Além da Criatolândia, existe mais quatro lugares que chamaremos de estados internos que serão apresentados para você nos próximos episódios.

Mantenha sempre o vínculo com esse lugar tão especial e quando desejar visitá-lo, fique em SILÊNCIO, CONTROLE A SUA RESPIRAÇÃO, ACALME OS MOVIMENTOS DO SEU CORPO, PISE NO CHÃO DESCALÇO E RETIRE DA SUA MENTE TODOS OS PENSAMENTOS NEGATIVOS PARA NÃO PLUIR OS RIOS DA SUA IMAGINAÇÃO.

Deixe a magia acontecer.

Bem, desejo que tenha feito sentido para você essa viagem. Me encontre nas redes sociais para trocarmos experiências sobre essa jornada tão diferente para dentro de nós mesmos.

Um abraço,

@sergio.consulting | @galgar.br

www.galgar.org

Publicado por Sérgio Silva

Sou Sérgio Silva, creio em um mundo melhor construído através da Criatividade, Tecnologia e Seres Humanos. Sou consultor de negócios que precisam de uma luz diante da escuridão matadora provocada por mudanças rápidas demais, e professor de temas ligados a inovação, criatividade e empreendedorismo. Fundador da Galgar.org